O que observo com a Mandala Lunar

Desde 2017 eu comecei a usar a ferramenta da Mandala Lunar no meu Bullet Journal, como explico nesse vídeo que fiz para o youtube, onde eu ensino a fazer uma. Hoje eu faço de um jeito bem mais simples (imprimo e colo) mas continuo tentando usar religiosamente todos meses. Em breve farei um vídeo explicando direitinho como uso a Mandala Lunar, mas agora resolvi escrever sobre o que observei no último mês - Janeiro.


Mandala Lunar de Janeiro

Eu uso a Mandala Lunar para observar minhas mudanças internas e externas, de acordo com meu ciclo menstrual, com as fases da lua, com os acontecimentos dos dias, consumo de bebida alcoólica e várias outras coisas. Falando de forma resumida, o que eu preciso fazer para manter a Mandala atualizada é, todos os dias, de preferência à noite, colorir de acordo com meus chakras e de como estou me sentindo naquele dia específico. Depois, se tiver acontecido algo relevante, fazer uma breve (muito breve) anotação, e anotar outras coisas que aconteceram, ou que eu senti, em símbolos, de acordo com uma tabela de símbolos que eu criei e que fazem sentido para mim. Isso demora cerca de 5 a 10 minutos. É bem rápido mesmo. Mas o que eu tenho observado (não só no mês passado, mas em vários meses que fiz mandala) é que ela só existe até a primeira quinzena do mês. A segunda quinzena eu simplesmente a abandono.


Minha tabela de símbolos.


Esse ano de 2020 eu decidi que quero fazer Mandala Lunar todos os meses, para conseguir visualizar melhor o ano quando ele acabar. Fiquei um pouco impressionada quando vi que a Mandala só foi preenchida até o dia 13. E a Mandala é também o reflexo de toda a minha organização. A segunda metade do mês eu simplesmente não organizei mais coisa nenhuma. Fico tentando imaginar o motivo para isso... A lua minguando depois de ter estado plenamente cheia? Intensidade hormonal do meu período fértil? Ou simplesmente cansaço, depois de passar 15 dias anotando tudo e sendo super organizada? Tipo, simplesmente um "foda-se". Não sei. O que eu sei é que esse mês, dia 13, passei mal. Não consegui dormir vomitando muito... Os dias depois foram de mal estar, ansiedade, desanimo de fazer qualquer coisa. Mas dessa vez, observando o que tinha acontecido mês passado, tentei pelo menos reservar aqueles 5 minutinhos para atualizar a Mandala, com cores fracas nos chakras de quem não está se sentindo bem, e símbolos de enjoo, ansiedade, dor de cabeça, etc.


Nesse momento que meu corpo pede descanso, vou tentar me manter fazendo mecanicamente as tarefas usuais da minha rotina. Sem pensar muito, sem esperar fazer algo "incrível", simplesmente seguindo. Me permiti descansar também uns dois ou três dias sem fazer nada, meditando bastante. Talvez sejam só ciclos, e tá tudo bem — como dizem. A Mandala Lunar, para mim, serve para isso: para aprender a observar e ouvir o meu corpo, compreender meus ritmos, melhorar o que eu puder e reduzir a marcha quando for preciso.

  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone Pinterest
  • Preto Ícone Instagram

© 2020 by Sirlanney.